Agostinho das confissões, o Homem que foi chamado de santo.

candles-64177_1920

O que faz de um homem um santo? o que faz um homem ser considerado alguém que vive próximo de Deus? dentre todos eles  destaco, Policarpo de Esmirna, Orígenes, Clemente, e dentre esses um nome sobressai , o nome de Agostinho de Hipona, O homem das confissões, da cidade de Deus,o primeiro a desenvolver a doutrina da predestinação, o homem que em suas confissões deixa transparecer sua santidade, em suas confissões deixa destilar o néctar precioso de sua essência, em sua principal obra Agostinho fala como se fosse um homem do tempo presente, seu texto é atualizado de maneira fenomenal, o que leva de fato a crença de que era iluminado.

Lendo as confissões chega-se a uma conclusão libertadora, o que encontramos é um homem extremamente humano, cheio de seus dilemas interiores, pleno em defeitos e cousas que são particulares ao humano, em seus relatos da juventude é nítida as características que são peculiares a qualquer jovem:

“Mas eu o ignorava e caminhava para a minha perdição, com cegueira tal, que me envergonhava, diante de meus companheiros, de parecer menos depravados que os outros, quando os ouvia exaltando as próprias infâmias, tanto mais dignas de glória quanto mais infames eram; eu queria fazer o mesmo, não só pelo fato em si, mas pelo louvor que disso resultava.” Pg 49.

Confissões

neste trecho Agostinho é gente como a gente, não é alguém deslocado do mundo que o cerca, não, Agostinho é humano e é justamente na sua humanidade que encontramos sua santidade. Cabe a pergunta, o que é ser santo? tenho a plena certeza que os conceitos de santidade que o cristianismo moderno propõe estão distantes do conceito agostiniano e não só disto, mas também do conceito Bíblico.  A santidade de Agostinho que encontrei lendo as confissões, é uma santidade adequada ao modelo da bíblia, como posso afirmar isso? Agostinho relata em detalhes toda sua alma a Deus, seus defeitos, seus desejos ocultos, suas paixões, não é um apelo metafísico, é um grito da alma humana desejosa de Deus e de seus mistérios.

1° – Santidade em Agostinho é ser Honesto consigo mesmo e com Deus: parece primário, mas não é, ser honesto consigo mesmo é resultado de um relacionamento com o Sagrado, relacionando-se com Deus percebendo em Deus a incapacidade de se negar, somos impelidos a sermos como ele, ainda que a distância seja essencial, percebemos aqui semelhanças com Davi (leia o salmo 51), a grande dificuldade de cultivar relacionamentos com Deus hoje é justamente a incoerência, a falta de honestidade relacional, santidade não é não pecar, santidade é permitir-se ser moldado.

2° – Santidade em Agostinho é um processo de restauração da humanidade do homem: a Queda do homem não representa apenas um processo de interrupção de um relacionamento com Deus, representa também o inicio de um processo de corrupção que ao final culminaria no rompimento definitivo, o inferno lugar de absoluta ausência de Deus. Lendo as confissões percebe-se exatamente isso o pecado é um processo de corrupção contínuo que promove a bestialização do homem, logo a santidade é um processo de humanização. como questão pessoal penso que, a santificação possui relações diretas com cristo em essência, a união de cristo 100% homem 100% Deus, aceita pela maioria dos cristãos, santidade é a restauração da plenitude humana, podemos ser como cristo 100% homem, e isso é santidade.

Percebe? santidade não cria super-homens, santidade não cria gurus, santidade não cria videntes, santidade restaura a humanidade do homem, exige busca, disciplina, desejo de Deus, sinceridade. o que fez os homens chamados santos entrarem para a história?  ora, Deus escreve sua história através de homens, e os que cumpriram o papel de serem o lápis de Deus, foram chamados santos, eu posso ser santo,você pode ser santo, a santidade é uma necessidade.

Carlos Junior

Bacharel em Teologia / cursando licenciatura em história

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s