14.000 000

Estatísticas do MTE apontam esses valores como sendo o atual cenário de desemprego no Brasil, assustador não? 

Mas apenas para quem é gente, na cabeça de quem está em cima nas cadeiras administrativas do País o sofrimento coletivo é apenas número,  Estatísticas e gráficos,  nenhum sentimento humano está presente.  A abordagem baseada em ciências exatas apresentada nos jornais  e tele-jornais escondem o dado que realmente importa: o fator homem.   E quando se aborda a coletividade a individualidade se descansa no campo dá abstração, do real mas não concreto,  nos esquecemos que o sofrimento,  a tristeza,  o sentimento de fraqueza e todos os sentimentos oriundos da sensação de impotência são extremamente particulares. 

Como então viveremos? 

Não identifico resposta razoável a questão, parece-me que continuar a viver é a melhor resposta. 
Continue a viver. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s